Autocrítica Pífia de Lula


Do Editorial da Folha de SP.

Em pronunciamento à nação, realizado no Dia da Independência, o presidente Lula voltou a abordar a situação política. E o fez tratando os acontecimentos como se tivessem pouca ou nenhuma vinculação com seu governo e com o partido do qual foi fundador. Por fim, o presidente destacou a expressão "vigilância ética", que, segundo ele, tem de ser "redobrada". Com isso, Lula procura reforçar a tese de que nada sabia sobre a corrupção. Por esse raciocínio, a relação do presidente com os desvios se resumiria a uma falha de vigilância, que teria impedido o governo de detectar a nefasta ação dos "traidores". É essa a sua pífia autocrítica.

<< Home