Apropriação Indébita e Coisa Insólita


Estado de SP !
Para TSE, compra de passagem pelo PT é "apropriação indébita". Segundo Gomes de Barros, corregedor do tribunal, uso do Fundo Partidário para aquisição dos bilhetes para família de Lula configura "desvio de dinheiro público" e possivelmente tem conseqüências penais. O corregedor do TSE , classificou ontem como "desvio de dinheiro público" o uso de dinheiro do fundo partidário, pelo PT, para pagar passagens aéreas de parentes do presidente Lula da Silva e do ministro da Fazenda, Antonio Palocci. "A coisa é tão insólita que é uma apropriação indébita, um desvio de dinheiro público", afirmou. "Havendo desvio, haveria outras conseqüências, possivelmente penais."

<< Home