AMC, BM, TC e CR:


Sobre o contrato Itaú-PMSP. Vamos por parte:

1. A prefeitura do Rio de Janeiro entende que a conta do servidor é dele e não da prefeitura, então cabe a ele negociar com o banco que entender e colocar sua conta no banco que quiser.

Esta é uma postura liberal, no sentido de que a PMRJ não leiloa o que não é seu. Assim também com os forneceddores. Eles recebem em conta os pagamentos da prefeitura,(a PMRJ não usa cheque, faz crédito em conta apresentando à rede bancária o borderaux).

2. Quanto a outro governo que fez como a PMSP, posso citar o Estado do Rio, que com mais do que o dobro de servidores, recebeu 340 milhões de reais do mesmo Itaú. Neste sentido a PMSP fez negócio muito melhor.

<< Home