Ainda a "Prevenção Estratégica" e Marines no Paraguai


Amorim começa a se mexer. Tarde! Marco Aurélio Garcia já fez o estrago e suas declaraçõe terminam por deixar transparecer que a esquerda boliviana, (Morales dos "cocaleros"), é amiga. Paraguai defende sua fronteira no Chaco e na região de enormes reservas de água subterrânea. 400 marines é base? Formalmente não. Mas... Amorim faz de conta....

Folha de SP.

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, disse ontem que o Brasil precisa dar mais atenção ao Paraguai e ao Uruguai no Mercosul, bloco que inclui ainda a Argentina. As declarações foram dadas na seqüência do que o ministro qualificou como um mal-entendido entre o Brasil e o Paraguai na área comercial e militar envolvendo os Estados Unidos. Depois de uma reunião ontem com a chanceler paraguaia, Leila Rachid, Amorim disse que ficou esclarecido que os EUA não vão montar uma base militar no Paraguai e que o país vizinho não busca um acordo bilateral na área comercial com os americanos.

<< Home