Volta Dirceu


Dá continuidade à sua linha de defesa.
Nega tudo que não se pode provar com facilidade. Mas não cita o caso Furnas - Lula e desvia para relações Jefferson e Diretor de Furnas. Se "esquece" de propor uma acareação entre Jefferson e o ministro Walfrido Mares Guia.

Volta na mesma linha:
-Eu não sou acusado.


Troca esperta de palavras outra vez, pois ele e todos, são investigados. Volta a tratar de sua condição de ministro dentro das formalidades funcionais, quando é investigado pela força política que tinha. Aceita que Waldomiro Diniz viveu com ele em seu apartamento e diz que era prática normal deputados e assessores não de confiança viverem juntos em apartamento funcional. Levanta a voz para atacar Jefferson e começa a suar.

(noite)

<< Home