Turma da Pilantragem


Do blog do Noblat. Trecho.

Encontradas notas frias em prestação de contas do governo remetida à Justiça Está uma festa no gabinete do senador Álvaro Dias (PSDB-PR). assessores se dedicam há horas a checar a veracidade de 50 notas fiscais de despesas pagas com cartões corporativos da presidência da República e entregues pela Casa Civil ao Tribunal de Contas da União (TCU).O tribunal aceitou as notas como legítimas.

Assessores e jornalistas já descobriram que pelo menos quatro delas são notas frias - todas emitidas pela FR Comércio, Serviços e Representações Ltda. com sede na QLN, projeção 2, bloco B, apartamento 39, São Sebastião, cidade satélite de Brasília.

Três das quatro notas são no valor de R$ 732,00. Uma é de R$ 770,00. Elas se referem à compra de cartuchosde tinta. A empresa que as emitiu está registrada na Receita Federal como distribuidora de alimentos. O dono dela disse há pouco que cedeu as notas a um amigo.As quatro foram parar na prestação de contas dafuncionária Maria da Penha Pires, da Secretaria de Comunicação da presidência da República. Entre março e junho do ano passado, a funcionária usou cartão corporativo para sacar em dinheiro R$ 8.500,00.

Estava obrigada a justificar o saque.Valeu-se das notas frias - e também de notas quentes. Uma nota quente,no valor de R$ 1.232,18, tem a ver com a hospedagem do então ministro Luis Gushiken, no Hotal C´Doro, em São Paulo, no período de 7 a 9 de abril do ano passado.

<< Home