Sob Pressão


Será "pressão" sobre as TVs para aliviarem???

Só escapam, por enquanto, os contratos continuados.

FSP-Folha Ilustrada:

Crise do 'mensalão' já afeta caixa de TVs

A crise do "mensalão" reduziu a produção e veiculação de publicidade oficial do governo federal e já afeta o caixa de TVs. A queda na injeção de recursos de propaganda oficial (incluindo estatais) nas emissoras varia de 10% a 80%. Na média, o governo gastou em julho 30% menos do que em junho. O governo federal e suas estatais são, no conjunto, o maior anunciante do país. Devem investir de R$ 400 milhões a R$ 500 milhões em propaganda na TV neste ano.O Banco do Brasil e os Correios praticamente paralisaram a produção de novas campanhas. Ministérios e Presidência da República reduziram drasticamente os gastos com propaganda.A crise afetou menos as emissoras que têm vários contratos de patrocínio com estatais, porque esses acordos estão sendo cumpridos. Quem depende de publicidade avulsa (novas campanhas) está sendo mais prejudicado. É o caso da Band, que só tem um patrocínio. A publicidade oficial na rede caiu 80%, o que reduziu seu faturamento em 10%. Negociação com uma estatal pelo patrocínio de futebol foi suspensa. Já Record, Globo e SBT, que possuem vários contratos de patrocínios com estatais, foram menos afetadas pela crise. A queda de investimentos do governo nessas redes foi de 10% a 20%.

(manhã)

<< Home