Silvinho Land Rover pede Desculpas e Sai em Retiro Espiritual

Estado de SP.
'Isso tudo é um mar de lama', diz Silvio Pereira
Ex-secretário do PT admite ter sido 'moralmente inaceitável' ganhar carro de empresa e se refugia em sítio

Ao cair da tarde de sexta-feira, o ex-secretário-geral do PT Silvio Pereira deixou a capital paulista para um retiro de duas semanas em um sítio no interior de São Paulo. "Preciso de paz. Não quero que ninguém me ache", disse ele em entrevista ao Estado, pouco antes de tomar a estrada.

"Agora estou curtindo a dor, mas é duro não poder sair na rua." O pior para Silvinho foi ter sido obrigado a confessar que recebeu como agrado da empreiteira GDK uma jipe Land Rover, avaliado em R$ 70 mil.Hoje, o ex-secretário admite, com voz embargada, que "foi moralmente inaceitável. O negócio do carro foi emblemático." O episódio forçou sua saída do partido. "Estou tentando devolver o Land Rover.""Errei, assumi meus erros e pedi desfiliação." Então o deputado José Dirceu e o ex-tesoureiro Delúbio Soares deveriam sair do partido? "Olha, cada um fala por si...", cutuca, deixando a resposta no ar.

Silvinho é duro com a antiga direção petista, mas parece esquecer que fez parte dela. "Isso tudo é um mar de lama. O filiado do PT tem razão em ficar revoltado." O ex-secretário-geral guarda mágoas da imprensa. Acha que foi perseguido.

<< Home