República Offshore VI

Em 1998, US$ 5 milhões teriam sido depositados por ordem do filho de ex-prefeito para pagamento de campanha ao governo de SP

Maluf pagou Duda via EUA, acusa doleiro

Folha SP - O doleiro Vivaldo Alves, conhecido como Birigüi, declarou em depoimento ao Ministério Público e à Polícia Federal que, por ordem de Flávio Maluf, filho do ex-prefeito de São Paulo Paulo Maluf, transferiu em 1998 US$ 5 milhões para o publicitário Duda Mendonça em uma conta no Citibank de Nova York.Alves afirmou que, segundo Flávio Maluf, o dinheiro se destinava à campanha eleitoral de seu pai.

Maluf negou a versão ontem. Conforme Alves, o dinheiro teria sido transferido em parcelas de cerca de US$ 840 mil cada uma, entre junho e outubro de 1998. O ponto de partida seria a conta Chanani, no banco Safra de Nova York, com destino à conta da Heritage Finance Trust, no Citibank também de Nova York, "com favorecimento final ao publicitário Duda Mendonça". Constam da base de dados do Safra de NovaYork, que teve o sigilo parcial de algumas operações quebrado e enviado à CPI do Banestado, pelo menosduas remessas de US$ 840 mil, oriundas da Chanani e com o perfil semelhante ao descrito pelo doleiro.Aconteceram em 15 de julho e 5 de agosto de 1998 e trazem também como anotações de referência dados relacionados à Suíça.

(manhã)

<< Home