República OffShore de Guaranhuns


Deputados constatam repasse de R$ 6 milhões à Guaranhuns
Agência Câmara
Os deputados José Rocha e João Correia analisaram os documentos obtidos com a quebra de sigilo da agência de publicidade SMPB para confrontar com as informações dadas nesta terça-feira pelo empresário José Carlos Batista à CPI do Mensalão. Os parlamentares descobriram que o dinheiro repassado pela SMPB para a Guaranhuns totalizou R$ 6.036.742, no lugar dos R$ 4 milhões admitidos pelo depoente. Apesar de ter dito no início que sua empresa Guaranhuns só tinha uma conta no Sudameris, o depoente foi obrigado a admitir a existência de outras duas no Bradesco, que receberam depósitos da agência do empresário Marcos Valério.

O dono da Guaranhuns também admitiu que a conta conjunta mantida com sua mulher teve movimentação de R$ 9 milhões em 2002. O deputado Torgan questionou o depoente sobre a abertura da offshore Esfort Trading,do Uruguai, utilizada por Marcos Valério para enviar dinheiro ao exterior Batista admitiu que pagou R$ 15 mil ao advogado que abriu a offshore.

<< Home