Projeto de Privatização dos Correios Provoca Crise Política no Japão


Le Monde, hoje.

Após semanas de discussões no seio do Partido Liberal Democrata (PLD), a rejeição pelo Senado, hoje, do projeto de privatização dos Correios japoneses é claramente um voto de desconfiança no primeiro-ministro Junischiro Koizumi. É assim, também, que ele o interpretou, dissolvendo a Câmara de Deputados. Apelando para eleições antecipadas, provavelmente para 11 de setembro, ele joga uma cartada decisiva : arrisca perder seu cargo e conduzir seu partido a uma derrota.

Os Correios no Japão gerem um sistema de poupança e de seguro de vida equivalente a 350 trilhões de yens, ou 2,5 trilhões de euros. A privatização deste sistema é uma exigência dos bancos japoneses e de meios financeiros norte-americanos.

Por outro lado, a ela se opõem uma parte do mundo político local e o lobby dos empregados dos Correios.

(tarde)

<< Home