Opinião


A Morte dos Presidentes de Partidos

Enquanto os deputados e senadores debatem a "vida ou morte"do presidente Lula, não estão se dando conta que - com a única exceção do PFL - todos os demais grandes partidos estão politicamente - sem presidente.

O PT perdeu seu presidente e discute quem será o próximo. O PP e o PL tem seus presidentes numa situação de constrangimento o que os inibe de exercerem o papel que lhes cabe. No PTB, o presidente é provisório e meramente formal. No PMDB o presidente divide a presidência política com dois senadores que passaram a ser os interlocutores das bancadas. No PSDB - da mesma forma - mesmo que por razões não exatamente iguais - seu presidente está acuado e não exerce politicamente a presidência.

Em um regime presidencialista, com pulverização partidária, todos os partidos congressualmente relevantes não terem presidente (a exceção do PFL) é grave muito grave. As decisões políticas flutuarão sem comandantes.

<< Home