O Tesoureiro do PL


O tesoureiro do PL, Jacinto Lamas, depõe de forma absolutamente insegura. Nervoso e intranquilo tenta apenas dizer que cumpria ordens do presidente do PL, Waldemar Costa Neto e segue a linha de dizer que não conhecia o conteúdo de envelopes e pacotes. Fez isso pelo menos 20 vezes. Como se fosse possível receber recursos e não saber que se tratava de valores.

Quem depõe metindo, não vai conseguir ir muito longe. Oscila entre ficar sério e rindo excitado. Vai mal.

(tarde)

<< Home