MP e P. Civil no Leão - II


A. Estado.

MINISTÉRIO PÚBLICO E POLÍCIA APREENDEM DOCUMENTOS NO GRUPO LEÃO LEÃO

Ribeirão Preto, 30 - O Ministério Público e a Polícia Civil apreenderam hoje documentos na sede do Grupo Leão Leão e nas gráficas Vilimpress em um novo inquérito que apura os crimes de duplicatas simuladas, falsidade ideológica, sonegação fiscal e formação de quadrilha. De acordo com informações de promotores do Gaerco, o inquérito visa a apurar os crimes num esquema de financiamento de campanhas políticas nas eleições de 2000 e 2002.

A apreensão foi feita por meio de um mandado judicial solicitado após o depoimento de uma testemunha ouvida no Ministério Público cujo nome não foi revelado. O delegado secccional de Ribeirão Preto, Benedito Antonio Valencise, confirmou a abertura de um novo inquérito contra o grupo de empreiteiras e informou que o volume de documentos apreendidos foi suficiente para encher uma caminhonete.

O delegado confirmou ainda que o presidente do Grupo Leão Leão, Luiz Cláudio Leão, deverá ser indiciado entre amanhã e quinta-feira no inquérito do lixo.

<< Home