Minas Tremerá

Como disse nota ontem: se os boatos em BH forem verdadeiros, Minas tremerá. Todos torcem para serem apenas boatos !

Estado de SP.
Modelo morta vira alvo de investigação no Congresso

MP-MG encaminhou ontem cópias de depoimentos de familiares da modelo Cristiana Aparecida Ferreira,encontrada morta em agosto de 2000, em Belo Horizonte, para a CPI dos Correios.Nas últimas semanas, em depoimento ao promotor Francisco Assis Santiago, a mãe e três irmãos de Cristiana confirmaram que a modelo transportava freqüentemente "malas suspeitas" para São Paulo e Brasília.

Diante das recentes denúncias de financiamento ilegal de campanhas políticas, o Ministério Público julgou importante colher os novos depoimentos, já que "surgiram informações de que o esquema de transporte de valores desviados existia desde 1998". "Havia uma vinculação política nesse comportamento da Cristiana", comentou o promotor, lembrando que a modelo mantinha contatos com diversas autoridades políticas de Minas. A suspeita de ligação entre as denúncias surgidas após o escândalo do suposto mensalão e o caso da modelo vinha sendo denunciada pelo advogado Rui Caldas Pimenta, que representa a família de Cristiana e atualmente defende a ex-secretária da SMPB Comunicação Fernanda Karina Somaggio. Cristiana, então com 24 anos, foi encontrada morta em 06 de agosto de 2000, três dias depois de se hospedar no San Francisco Flat Service. Na época, o laudo da Polícia Civil concluiu que ela teria se suicidado O MP decidiu reabrir as investigações em novembro de 2002 e concluiu que a modelo foi assassinada. O detetive particular Reinaldo Pacífico foi denunciado como autor.

<< Home