Mais Uma Mentira do Palocci


Cada dia se enrola mais.


Folha de SP. Trecho.

Buratti diz ter levado empresário a Palocci

Após dois desmentidos, o gabinete do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, admitiu ter ocorrido audiência entre o ministro e João Vaz Guedes, presidente do grupo português de construção civil Somague, no dia 13 de maio de 2003. O advogado Rogério Buratti, ex-assessor do ministro, afirma ter requisitado o encontro.O ministério não confirma que a agenda atendeu a um pedido de Buratti, ex-secretário de Governo de Palocci.
Se confirmada a versão do advogado, ela contradiz um trecho da entrevista concedida por Palocci, no último domingo. "A agenda do Ministério da Fazenda e os procedimentos de reuniões do Ministério da Fazenda não estão sujeitos a contatos pessoais. (...) Esse ministério não é uma república de amigos, esse ministério tem instituições extremamente fortes", afirmou Palocci.

A empresa negou ter buscado apoio do advogado Rogério Buratti para obter a audiência -uma versão destoante da prestada pelo ex-assessor de Palocci. Segundo Sá, o grupo Somague tem "proximidade" com o ministro Palocci desde a segunda gestão na Prefeitura de Ribeirão Preto (SP), entre 2001 e 2002. "Tivemos, com certeza, conversas com o ministro Palocci na época em que era prefeito e conseguimos, com isso, uma relação que nos permite, quando podemos e quando ele pode, pedir audiência e, efetivamente, já nos recebeu".

<< Home