Mais Trevisan


O crime está em fazer auditoria de uma empresa e prestar outros serviços a ela. O caso Enron nos EUA foi emblemático. Essa prática teria que desqualificar a empresa como auditora independente. A direção da Telemar tem dito que procurava uma empresa de jogos em celular para se associar. E que Trevisan levou esta, do filho do Lula. Portanto a Trevisan perdeu a independência e não poderia ter continuado a cumprir funções de auditoria externa - independente. Se Trevisan negar, se tem como provar.

O Globo.
Trevisan vai depor sobre filho de Lula
A Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara decidiu ontem, por unanimidade, convidar o empresário Antoninho Marmo Trevisan, da Trevisan Consultores, para que explique a intermediação do acordo entre o Grupo Telemar e a empresa Gamecorp, que tem entre seus sócios Fábio Luiz Lula da Silva, filho do presidente Lula da Silva.
Pelo acordo, a Telemar pagou R$ 5 milhões à empresa de Fábio para ter direito à produção de material voltado para o público jovem para ser distribuído por celular e internet.
O empresário poderá se recusar a atender ao convite, mas nesse caso correrá o risco de passar da posição de convidado para a de convocado.

<< Home