Furo do Correio Braziliense


Com estas, as penas vão voar. Petistas acordaram eufóricos!



Cerco à Guaranhuns

Ricardo Sérgio, ex-arrecadador de campanhas tucanas, é suspeito de ser o verdadeiro dono da empresa

Por esta nem os petistas esperavam. Os rastros da Guaranhuns controlada por uma empresa sediada no Uruguai e investigada pela Polícia Federal e pelas CPIs dos Correios e do Mensalão, levam a um personagem conhecido da República por suas negociatas durante o governo tucano. Ele mesmo: Ricardo Sérgio de Oliveira — ex-diretor do Banco do Brasil e ex-arrecadador de recursos para campanhas tucanas —, suspeito de enriquecimento ilícito e tráfico de influência durante a passagem pelo governo, entre 1995 e 1998. Desde 30 de janeiro de 2002, a empresa tem como sócios a empresa Esfort Trading S.A., sediada no Uruguai, que detém 99% das cotas, e José Carlos Batista, suspeito de ser testa-de-ferro, com apenas 1%. Quando a empresa nasceu, em janeiro de 1999, os donos eram Lúcio Bolonha Funaro e José Roberto Funaro. O suposto testa-de-ferro entrou na sociedade quando os Funaro saíram de cena. O Correio apurou que os indícios levantados até agora indicam que os sócios ocultos da Esfort são Funaro e Ricardo Sérgio, que já fizeram negócios juntos com corretoras de valores. Funaro também é sócio atualmentede oito empresas na área de factoring e gestão empresarial.

No início do mês, a Polícia Federal indiciou o “laranja” José Carlos Batista por crime contra o sistema financeiro,sonegação fiscal e lavagem de dinheiro, após ter se recusado a responder às perguntas do delegado Luís Flávio Zampronha sobre a movimentação financeira da empresa e os beneficiários do dinheiro. Além dos recursos do esquema PT, a Guaranhuns movimentou outras verbas. Dados da CPI do Banestado indicam que a empresa enviou US$ 2 milhões em março e novembro de 2002 para o exterior por meio da Esfort Trading.

Em 2002, descobriu-se que Ricardo Sérgio havia comprado dois prédios do fundo de pensão Petros por R$ 11 milhões e que ele operava uma empresa sediada no paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas, a Antar Venture Investments.

<< Home