"Frankfurter Allgemeine" !


Artigo com chamada de primeira página.

Trecho inicial e final! Imperdível! 25.08.2005!


"Transferida para a realidade alemã, a parte mais bizarra do caso de corrupção que abala o Brasil atualmente poderia ter-se desenvolvido da seguinte forma: o tesoureiro do SPD contrata o proprietário de uma próspera agência de publicidade para negócios financeiros. Este consegue créditos para o partido e os avaliza. Todos os meses, ele saca grandes somas de bancos provinciais e as transporta em malas para Berlim. Diante de um quarto de hotel da capital, parlamentares do Bundestag fazem fila para receber o seu pagamento mensal da ordem de dez mil euros.

Nenhum sistema democrático está imune à corrupção de deputados. Um procedimento tão grosseiro quanto o praticado abertamente pelo partido do governo no Brasil seria quase impensável na Alemanha. Os deputados que embolsavam essas quantias pertencem a pequenos e aos menores partidos, que se orientam nas votações mais por interesses pessoais do que por políticos ou ideológicos. No parlamento alemão, a barreira dos 5% cuida para que o partido do governo não precise sempre depender do apoio de pequenas bancadas.

A esquerda no Brasil e na América Latina não pode mais gabar-se de Lula. Ele é apenas um triste símbolo de um partido que, de fato, conseguiu vencer a arbitrariedade de uma ditadura por meios democráticos, mas que sucumbiu à tentação de assegurar o poder com métodos escusos ou até mesmo criminosos. O sonho de um governo exemplar, com responsabilidade social e econômica, regido por princípios éticos e a servir de modelo também para outros países da região, desvaneceu-se mais rápido do que os jovens radiantes com as eleições, há três anos atrás, poderiam jamais imaginar."

<< Home