FHC Bate Firme


Em seu artigo semanal - sempre uma referência para quem está atento na politica - FHC penteia no início com Weber e Maquiavel e depois entra de sola.

No início em relação ao presidente do PSDB, senador Eduardo Azeredo Nós do PSDB erramos no timing em episódio recente(...) demoramos a dar o sinal de que "não somos iguais". Se o senador tivesse mostrado no primeiro instante de onde partiram as ordens para a captação de recursos em 1998, teria evitado muita incompreensão.

E no final sobra para Lula: É preciso dizer claramente que passou da hora de apelos à grandeza de espíritos a quem não a tem. Não existe a mais remota possibilidade de qualquer acordo em busca de soluções negociadas, nas CPIs. ....E se crime de responsabilidade houver, sigam-se as regras estabelecidas na Constituição com todas as consequências.

(noite)

<< Home