Estranha Coincidência


Uma coisa intriga a Polícia Federal: a estranha coincidência do nome da empresa com a terra natal do presidente.

O Globo-Online

Identificada por Marcos Valério como a intermediária do repasse de R$ 10,8 milhões do PT para o presidente nacional do PL, o ex-deputado Valdemar Costa Neto (SP), a Guaranhuns, controlada pela Esfort Trading, com sede no Uruguai, teria remetido para as Ilhas Cayman R$ 5,7 milhões. A Athenas Trading teria enviado para sua sede no Uruguai R$ 1,9 milhão. Com sede no Panamá, a RS Empreendimentos e participações teria enviado para o exterior R$ 700 mil. A CPI ainda não fechou a conta das remessas da Link Trading para os Estados Unidos.

(noite)

<< Home