Espionagem


Folha de S.Paulo.

Segundo informação da Polícia Federal dada ao Palácio do Planalto, Dantas contratou a empresa de investigação Kroll para espionar Gushiken e Dirceu.

Em conversas com senadores do PFL, Dantas disse que o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro ofereceu diversas vezes ajuda política, dizendo que poderia melhorar sua relação com o governo por meio de Dirceu, de quem o advogado é amigo. Gushiken, porém, sempre conseguiu barrar a abertura de portas no governo Lula para Dantas, argumentando que a aliança do empresário com os fundos de pensão seria prejudicial aos funcionários que contribuíram para suas futuras aposentadorias.

Lula tem bancado a posição de Gushiken.

(manhã)

<< Home