Doleiro Só Fala se Tiver o Benefício da Delação Premiada


Da Agência Estado.

Doleiro Só Fala se Tiver o Benefício da Delação Premiada
O doleiro Antonio de Oliveira Claramunt, conhecido como Toninho da Barcelona, só deve contar tudo que sabe aos parlamentares da CPI dos Correios, após fechar um acordo de delação premiada com o Ministério Público, segundo informou o seu advogado Ricardo Sayeg, ao chegar a delegacia da Polícia Civil de São Paulo, onde seu cliente será interrogado por alguns integrantes da CPI. "Infelizmente antes deste prévio acordo com o Ministério Público ele não tem condições de falar", afirmou.

De acordo com o advogado, no curso da ação penal que condenou Barcelona, o doleiro teria tentado um acordo de delação premiada e não foi bem-sucedido. "Ele precisa destas garantias para poder falar, mas ele quer falar na CPI para toda população."

Segundo declarações do Senador Demostenes Torres (PFL-MT), a CPI está disposta a ouvir tudo o que Barcelona tem o que falar,mas não haverá tempo e nem disposição da CPI para ouvir o doleiro, posteriormente. "A notícia que temos é que ele (Toninho da Barcelona) tem o que dizer e tem o que contar. Ele nos chamou aqui para prestar depoimento e se quiser deixar para depois, não vamos ouvi-lo, porque não há tempo para idas e vindas", disse o senador.

(tarde)

<< Home