Desigualdade social é maior no Brasil


Estudo divulgado pela ONU prova que a desigualdade entre as classes sociais é maior do que há dez anos e afirma que o abismo entre ricos e pobres no Brasil é o maior da América Latina

O Globo on line.

De acordo com o relatório, no início dos anos 90, os 10% mais ricos dos países da América Latina detinham até 45% da renda nacional. No início deste milênio, essa diferença aumentou em oito países e o Brasil, que está entre os três países mais desiguais do mundo, detém o recorde da região: os 10% mais abastados têm uma renda equivalente a 32 vezes o que recebem os 40% mais pobres.

A região também perdeu espaço no mundo. Em 1980, América Latina e Caribe tinham uma renda per capita média de 18% dos rendimentos dos países mais ricos do mundo. Em 2001, os ganhos aqui eram de só 12,8% dos obtidos nas nações mais prósperas.

<< Home