Chegando aos Fundos de Pensão... Mas Ainda Muito Longe do Grande Bolo.


Secretaria de Previdência suspeita de irregularidades em aplicações de fundo de pensão

O Globo

Secretária de Previdência Suplementar -SPC- suspeita que as aplicações da Fundação Real Grandeza -Furnas- nos bancos BMG e Rural violam os limites de risco. A SPC concluiu o primeiro processo do Banco Santos seus dirigentes devem ser afastados e multados.

O diretor de investimentos foi punido com a inabilitação por 10 anos para cargo ou função em entidades de previdência complementar, sociedade em seguradora, instituições financeiras e no serviço público.

Com a quebra do Banco Santos o fundo de pensão perdeu R$ 151,2 milhões. O secretário de Previdência, explicou que na época das aplicações os dirigentes violaram norma do Banco Central que previam um prazo de 90 dias para as aplicações em CDB. O secretário afirmou que as aplicações foram feitas num prazo de 900 dias.


(tarde)

<< Home