Caso Tarso Genro


PFL vai pedir auditoria de preços de gráficas ,com base nas denúncias da revista Época.

1) Impressul: R$ 127 mil por 500 mil folders. R$ 28 mil por 20 mil livretos. Etc....
2) Comunicação Gráfica: R$ 31 mil por 10 mil folhetos. Etc...

O PFL vai pedir exemplares destes e outros materiais para checar os preços.

O Miniestério da Educação de Tarso Genro não fez licitação: contratou por carta-convite.A Agência que serve ao MEC (Casablanca) diz que as gráficas gaúchas foram indicadas pelo próprio MEC e a Assessoria de Comunicação do MEC reconhece ter indicado as fornecedoras.

(noite)

<< Home