Alemanha, Direita, Volver


Esta foi a linha vitoriosa especialmente nos países do norte europeu.

Angela Merkel (favoritíssima nas eleições e provável próxima primeira ministra), anunciou que vai liderar uma campanha para impedir a entrada de Turquia (os tucos cumprem basicamente trabalhos manuais. na União Européia. Ela teria escrito uma carta para os outros líderes europeus, inclusive Tony Blair e líderes conservadores britânicos, pedindo para aceitar rebaixar a status da Turquia de eventual membro para associado ou “parceiro privilegiado”. Na carta Merkel fala sobretudo de razões econômicas para justificar sua atitude, dizendo que a Turquia seria um fardo para a Europa.

O envio dessa carta ocorreu pouco antes do encontro de ministros de relações exteriores europeus para debater a entrada da Turquia na UE. Amanhã ocorrerá também uma conferência especial da CDU em Dortmund, que iniciará o arranque final para eleição de 18 de setembro.

<< Home