Ainda Os Estranhos Empréstimos de Lula


Ex-tesoureiro, que trabalhou na campanha de 1989 e dirige o Sebrae, afirmou ter quitado empréstimo; versão contradiz documento do BB.

Folha de São Paulo

Okamotto diz ter pago dívida de Lula com PT.

Ex-tesoureiro da campanha eleitoral de 1989 do presidente Lula da Silva e atual presidente do Sebrae nomeado por ele, Paulo Okamotto afirmou ontem ter providenciado o pagamento de uma dívida pessoal de Lula com o PT de R$ 29.436,26. A dívida foi quitada em quatro parcelas, entre dezembro de 2003 e fevereiro de 2004.

"Não contei, não comentei nada com ele [Lula]. (...) Não ia ficar enchendo o saco dele com uma coisa como essa", disse Okamotto, que no Sebrae controla um orçamento anualde R$ 900 milhões. Ex-sindicalista, Okamotto conhece Lula desde os anos 70.

A CPI investiga se o dinheiro do caixa dois do PT, operado pelo publicitário Marcos Valério, foi usado na quitação do débito.A versão apresentada pelo PT e confirmada por Okamotto contradiz a planilha encaminhada pelo BB, que indica nominalmente Lula como o responsável pelos pagamentos ao partido.

Durante mais de duas semanas, Lula evitou o assunto. Por meio da assessoria do Planalto, se limitou a comentar que desconhecia a dívida e os pagamentos e que caberia ao PT esclarecero assunto. O PT tampouco prestava informações -até ontem.

Na nota divulgada ontem, o PT afirma que há três origens distintas da dívida do presidente: gastos com viagens, pagamento de passagem aérea da primeira-dama, Marisa Letícia, e "adiantamentos".

(manhã)

<< Home